Comissão dá parecer favorável ao PL de Ricardo Madalena que proíbe construção de hidrelétricas no rio Pardo


 

A Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), deu parecer favorável, por unanimidade, ao projeto de lei 198/2017 do deputado Ricardo Madalena, que dispõe sobre a proibição de construção de Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCH) em toda a extensão do rio Pardo.

O projeto já havia sido aprovado na CCJR (Comissão de Constituição, Justiça e Redação). A próxima etapa é seguir para o Plenário, onde será votado, aguardando apenas a data.

O rio Pardo é o principal rio da bacia hidrográfica do Médio Paranapanema e está entre os maiores do Estado. O rio percorre 15 cidades: Pardinho, Botucatu, Pratânia, Itatinga, Avaré, Cerqueira Cesar, Iaras, Santa Bárbara, Óleo, Bernardino de Campos, Santa Cruz do Rio Pardo, Chavantes, Canitar, Ourinhos e Salto Grande.

“Foi com grande felicidade que vi meu projeto ser aprovado na Comissão do Meio Ambiente. Sabemos que a construção dessas centrais causa danos irreversíveis em toda área da bacia hidrográfica, e traz consequências sociais e econômicas graves para nossa região. Não medirei esforços no sentido de proibir essas construções”, disse Ricardo Madalena.

Ricardo Madalena fez questão de agradecer aos membros da Comissão. “Quero deixar aqui meus sinceros agradecimentos aos deputados desta tão importante Comissão, que deram seu parecer favorável ao meu projeto. Muito obrigado deputado Roberto Tripoli, presidente da Comissão, Ed Thomas, relator, vice-presidente Luiz Turco, e aos demais membros Milton Leite Filho, Sebastião Santos e Fernando Capez.”

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *