MADALENA COMEMORA DIVULGAÇÃO DAS EMPRESAS VENCEDORAS PARA RECUPERAR A RAPOSO TAVARES ENTRE  ITAPETININGA E PIRAJU


 

 

 Foi publicado nesta quarta-feira, 6 de junho, no Diário Oficial do Estado (ver abaixo), as empresa vencedoras que vão recuperar a SP-270 (Rodovia Raposo Tavares) entre as cidades Itapetininga e Piraju, dando assim prosseguimento à segunda e última fase da obra. A primeira fase teve publicação em 2 de fevereiro e as obras tiveram início em abril.

Para o deputado Ricardo Madalena, presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Duplicação da SP-270, com a publicação das empresas no Diário Oficial do Estado das empresas vencedoras da licitação, chega-se à última etapa de todo o processo. “É chegado o momento que todos aguardávamos. Hoje vencemos mais uma etapa, a última delas”, disse Madalena.

Madalena faz questão de recordar que a luta foi iniciada em 2013, quando era superintendente do DNIT-SP, e foram coletadas mais de seis mil assinaturas em abaixo-assinado. “Acompanhado de vários prefeitos da região, entregamos o abaixo-assinado ao secretário Estadual de Transporte da época”, lembra.

 

O empreendimento – Em sua totalidade, as obras na SP-270 foram divididas em oito lotes e cobrirão 204 quilômetros da rodovia, localizados entre os municípios de Itapetininga e Ourinhos. Estão previstas a duplicação de 50,4 quilômetros da rodovia, implantação de 118,8 quilômetros de terceiras faixas (em ambos os lados da rodovia), recuperação de 153,5 quilômetros de pistas simples e acostamentos, e revitalização completa da sinalização. Serão implantados 21 novos dispositivos de acesso e outros 14 dispositivos existentes receberão melhorias e aprimoramentos. Também serão construídas 3 novas passarelas e 1 viaduto.

 

As melhorias viárias que serão implantadas na Rodovia Raposo Tavares ampliarão a capacidade de tráfego e as condições de segurança, elevando os níveis de conforto para quem se utiliza da rodovia.. O investimento ainda contribuirá para impulsionar o desenvolvimento socioeconômico da região, com maior desenvoltura no escoamento da produção agrícola, industrial e no deslocamento da população da região.

DOE – PODER EXECUTIVO – SEÇÃO I – 06/06/2018

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *