RICARDO MADALENA PRESIDE 19ª REUNIÃO DA FTRAM


A 19ª reunião da FTRAM (Frente Parlamentar em Prol do Transporte Metroferroviário) ocorreu na manhã desta terça-feira (1º/10), coordenada pelo seu presidente, deputado Ricardo Madalena. Dois temas foram abordados: “O Projeto do VLT em Sorocaba”, com exposição do sr. Luiz Alberto Fioravante, especialista em gestão e planejamento estratégico de empresas, com foco nos setores de transportes e energia, e “Perspectivas para o Transporte Multimodal de Cargas e Passageiros em São Paulo: Modelo Alemão de Integração Logística”, com a apresentação do engenheiro Gustavo Gardini – Diretor do Grupo DB International.

Em ambas as exposições, os palestrantes apresentaram uma série de slides, com números, informações e resultados da implantação do modal e dos benefícios sociais que trazem ao município, gerando conforto, segurança e abrindo oportunidades de novos empregos. “É cada vez mais evidente que são necessários investimentos no sistema ferroviário no Brasil por todos os motivos aqui expostos. E tenho a convicção que caminhamos no sentido dessa evolução nos transportes de passageiros e de carga no país e em especial aqui no Estado de São Paulo”, afirmou o presidente da FTRAM, Ricardo Madalena.

Segundo afirmou Gardini, se não for feito um forte investimento em ferrovia, a Grande São Paulo vai “travar” em 15 anos. Para ele, o Estado tem todas as possibilidades de implementar um grande modal para transporte tanto de carga quanto de pessoas. Citou também que há muitas empresas interessadas em investir. Mas que é preciso dar as garantias necessárias para investimentos altos como os previstos para melhorar toda malha ferroviária e abrir novas linhas.

Outro fato que chama a atenção são os novos empreendimentos no setor de serviços que acompanham os modais, como shoppings e hotéis. Segundo Gardini, em uma nova estação, construída recentemente na Alemanha, na cidade de Stuttgart, 40% das pessoas que frequentam essa estação não utilizam trens, mas lá estão para fazer compras no shopping ou para se hospedar nos cinco hotéis construídos, sendo três deles de cinco estrelas.

Com isso, Gardini mostra que os investimento em ferrovia trazem novas oportunidades de emprego em outros setores, como o de serviços.

Em Sorocaba, Fioravante mostrou a preocupação com o decréscimo de passageiros em transporte público. Segundo ele, de um total de 160 mil passageiros dia na cidade, quase 40% preferem hoje o que ele chama de “aplicativos”, ou seja, Uber e outras empresas que exploram esse mercado.

Daí a necessidade do VLT (Veículo Leve sobre Trilhos) ser tão importante em Sorocaba, até como forma de melhorar o trânsito de veículos, já que esses 40% de passageiros que se locomovem utilizando carros terão a opção de usufruir do conforto e segurança do VLT. Citou como exemplo a cidade de Santos, que optou por investir nessa modalidade, e falou do sucesso desse investimento em VLT junto aos usuários.

Se você gostou desta notícia, mande seu contato no formulário abaixo.
O deputado Ricardo Madalena quer criar um canal direto com você.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *